Relato do Parto da Laura

Esse texto escrevi por volta do 15° dia de vida da Laura, só revisei para posta-lo, tentei resumir pois era muito extenso… e ainda ficou comprido… pois adoro escrever, me empolgo e acabo colocando detalhes demais.. kkk… mas esse foi um dia muito especial e não dá para descrever seu significado e sua intensidade, nem com muitas palavras.. só sentindo… é um o AMOR sem tamanho… que somos capazes de sentir por esses serzinhos.. a emoção do momento do nascimento,  quando eles mamam pela primeira vez… enfim.. vamos lá…

Eu acredito que tudo acontece em nossa vida da forma que tem que ser… e não necessariamente da forma que achamos que tem que ser… e assim foi o dia que mudou a minha vida.. dia 19/09/12… o dia do nascimento da minha princesa… Laura!!!

Desde o início da gestação.. eu dizia que queria ter um parto normal (com anestesia para aliviar a dor… normal e não natural), achava que com o quadril largo como o que tenho, seria super fácil, e que o corpo da mulher foi feito já preparado para isso mesmo… Minha médica sabia disso, e eu era muito tranquila com a escolha dela, pois sei que ela também pensava dessa forma e adora fazer parto normal (sempre comentava nas consultas, até antes de me atender grávida)


Eu tinha receio de passar por uma cesárea (pavor na verdade), pois tenho uma tia que passou muito mal por conta de uma (ok.. à mais de 20 anos atrás.. numa cidade pequena, sem muita estrutura) e isso sempre via à mente quando pensava na possibilidade!!!

Como sabem, sou engenheira civil e trabalhei tranquilamente até a véspera dela nascer, todos os dias ia embora e brincava… “Tchau!! E não sei se amanhã eu venho”… por conta da licença maternidade de apenas 120 dias, queria aproveitar ao máximo a licença com minha princesa nos braços.. No dia seguinte, tinha consulta marcada.. e um parto induzido agendado na Pró Matre (era nosso “plano B”.. já que estava completando 40 semanas de gestação, a Laura ainda não estava encaixada.. pressão alta e mais alguns motivos que só minha médica saberia explicar detalhadamente… mas que também não vem ao caso, no relato)


No dia anterior, fiz um US no final da tarde… e a Laura continuava super alta… quando deitei na cama para dormir… acho que começou a cair a ficha… e junto o desespero… e a dúvida: “Será que estou fazendo a coisa certa? Esse lance de parto induzido não é querer antecipar as coisas?” Claro, que chorei um monte (já choro fácil.. grávida então.. kk)… e acordei no dia seguinte com a cara inchada.. kk… fui pra consulta… certa que iriamos remarcar o parto.. já que do jeito que estava no US… ela não nasceria naquela quarta-feira… mas mesmo assim fomos preparados com as coisas para a internação…

Cheguei no consultório antes da médica… e já tinha uma outra gestante aguardando, ela estava com uma cesárea marcada para aquele dia na Pró Matre também (cesárea por opção dela, que tinha um bebê grande, era super pequena e morria de medo de passar por um parto normal, pois tinha muito medo da dor)

Minha médica chegou, olhou pra minha cara de “desespero” e me chamou para ser atendida primeiro.. “Como assim.. mas ela chegou antes!!” “Tudo bem.. mas quero ver você primeiro!” dentro da sala… ela explicou que meu parto estava pré agendado para um horário antes do dela…  por isso queria me avaliar primeiro…

Ela após me examinar, pegou o telefone e ligou para alguém… “Oi… fulana! Tudo bom? Então… sabe aquele induzido que estava agendado para agora cedo? Vê pra mim se dá para alterar para cesárea… para umas 14:00hs!!… É… avaliei agora e não tem condições de fazer o induzido!” 

“Hein? Vocês estão falando de mim?”, brinquei que só podia ser da outra menina… Mas ai ela começou a falar bem sério: “Você quer esperar? Tudo bem… a gente espera… mas do jeito que está… e pelo que já evoluiu… não vai adiantar nada… só vamos adiar! Mas terá que ser cesárea… você tem espaço.. mas seu colo é ruim… não dará dilatação… você sabe da sua pressão alta (eu estava controlando com remédio desde 30 semanas).. você já está com 39 semanas e 5 dias… você e a bebe ainda estão bem… Não quer já resolver… e evitar um sofrimento seu ou dela… nessa altura da gestação, você já deveria estar num processo bem mais adiantado… da avaliação de 15 dias atrás até agora, não mudou nada… E outra… seu problema não é a cesárea…. você está com medo do parto… independente do tipo de parto..” 

E ela estava certa… estava morrendo de medo… mas a hora chegou… não tinha mais jeito.. o máximo que dava, era para adiar talvez uma semana… não mais que isso!! A Laura precisava nascer de um jeito ou de outro…

Conversei com o Cleber e concordamos… ela então ligou para a médica auxiliar e confirmou… me entregou o encaminhamento para a internação… me liberou para tomar um suco… bem doce (para acalmar… e para ajudar no nível de glicose)… e orientou que eu já fosse para a Pro Matre para ir adiantando internação e etc… eram quase 9 horas da manhã… e a cesárea estava agendada para as 14:30hs…

Enquanto tomava o suco… ligamos para nossos pais, para os avós, para a madrinha da Laura (e morri de vontade de chamá-la assim kk mas ainda não tinha conversado com o Cleber a respeito kkk então ainda não podia), para o chefe… e avisamos todo mundo que era o dia da chegada de nossa princesa!! (Lógico que na primeira ligação que fiz.. para minha mãe… não sabia se chorava… ou se falava o que ia acontecer…kk) Em pouco tempo desce a segunda grávida e pede um suco.. kkk… “E ai.. então é hoje também?” “É… eu achei que seria cesárea… mas será normal… Estou com medo mas ela me convenceu”… kkk brinquei se ela não queria trocar… mas não tinha jeito… já estava certo o que aconteceria naquela tarde!! 

Brinco com minha médica que ela é do contra.. resolveu fazer cesárea pois eu preferia normal e o contrário com a outra paciente… kk

Tomei o suco.. me acalmei.. e fomos para a Pró Matre… aguardamos um pouco para ser atendido no setor de internação.. e encontrei novamente com a outra grávida na admissão (onde eles fazem a pré avaliação para liberar a internação) ela já estava com algumas contrações… realmente bem diferente de mim… ela foi atendida primeiro e já subiu para o quarto.. e eu lá depois de ser atendida… esperando liberar um quarto para minha internação… estava cedo e as altas (e liberação dos quartos) ainda estava acontecendo mas me passaram a previsão de liberação de quarto para as 13 horas… e nessa fiquei alternando entre a espera da admissão e da recepção onde estava o Cleber… e nisso o pessoal começou a chegar.. primeiro a avó dele… e ai resolvi ficar sozinha lá dentro.. já estava com todos os sentimentos a flor da pele… não queria ficar chorando e não queria saber de muita “emoção”… queria ficar calma para a chegada da minha princesa… e só de pensar que estava todo mundo lá para a chegada dela.. tinha vontade de chorar..kk

Perto das 13 horas.. eu já não tinha mais posição… estava quase indo reclamar na recepção que eu queria ir para qualquer outro lugar.. pois eu precisava deitar direito… e ficar numa posição mais confortável… nisso a enfermeira me chamou pois tinha liberado quarto… (ah.. e como estava perto do horário da cirurgia.. e não tinha quarto standard disponível…  o hospital nos colocou num quarto luxo.. que eu deveria pagar R$250/dia de adicional ao que o convenio paga… Mas não tive custo algum…) e nessa hora sei lá o que arrumei que uma das minhas lentes de contato caíram… (provavelmente tentando segurar as lágrimas..kk) até achei ela de volta… mas não tinha soro na mão para recolocar… e lá fomos nós (eu meio cega) rumo ao quarto.. 

No caminho encontrei com o Cleber… meus pais.. e o restante da família dele… kkk e pedi para subir só com minha mãe para o quarto.. enquanto o Cleber foi com o meu pai pegar minhas coisas e as coisas da Laura que ainda estavam no carro…

Que delícia deitar!!! Assim que o Cleber chegou com as coisas… resolvi a minha “cegueira”.. e deitei.. e ai todo mundo entrou no quarto: meus pais, o pai do Cleber com os irmãos dele, as duas avós dele, minha cunhada e a filha dela.. kkk uma galera… 

Ficamos lá aguardando… logo chegou uma enfermeira para me preparar (e que horrível esperar… tudo vai passando na cabeça né.. ) mas a galera… estava agitada.. e acabei descontraindo um pouco… e logo chegaram para me buscar… e lá vai a dona Alessandra chorar de novo.. o Cleber subiu junto mas parou num andar antes.. pois precisava se trocar para entrar no centro cirúrgico e lá fui eu sozinha… chegamos na sala e estava apenas uma enfermeira muito boazinha que foi me preparando e me explicando tudo que ia fazendo… (era minha primeira cirurgia.. antes disso só tinha tomado anestesia para extrair dente.. kk) e ela me deixou bem tranquila… ficamos conversando e nisso chegou o anestesista e a médica auxiliar (os dois da equipe da minha obstetra)  e lembro de ter visto a hora pela última vez.. às 14:40hs… perguntei pela minha médica… se ela ia demorar… e me avisaram que ela já estava no centro cirúrgico acompanhando o parto da outra paciente dela… e logo ela entra pela sala…

O Dr André (anestesista) foi me explicando tudo que iria acontecer… e já iniciando a anestesia… nessa hora a Dra Maria Fernanda (minha médica) assumiu o lugar da enfermeira que me segurava (a enfermeira estava me abraçando para que eu não me mexesse de um tal jeito que eu já estava ficando com medo.. e me preparando para doer muito) mas a minha médica.. só me deu a mão.. e foi super tranquilo… achei que doeria muitoooo  mais… só senti uma picada.. e uma sensação estranha.. logo.. já não sentia as pernas… ai sim que a sensação é muito estranha…

Umas enfermeiras terminaram de me preparar… a  cirurgia começou e nada do Cleber… e o tempo inteiro o Dr Andre conversando comigo… nisso o Cleber chegou e fiquei mais tranquila.. apesar que adoro minha médica.. e o clima estava tão descontraído… (pois ela ia me envolvendo no bate-papo deles.. justamente para que eu não ficasse tão tensa) e até esqueci que estávamos lá papeando enquanto a cirurgia corria.. kkk

Depois de pouco tempo… de novo o Dr Andre avisou que ia ter que me dar um empurrão e falou para o Cleber preparar a maquina fotografica pois ela já iria nascer (mas já?)… e ai ele me deu um empurrão.. rolou um “vuco-vuco” e logo ouvi o chorinho da minha princesa… e lógico me desabei a chorar.. kkk na mesma hora a pediatra (acho que foi ela) trouxe minha boneca inteirinha suja… do jeito que tinha nascido para mim conhece-la… e já a levou para examinar.. e o Cleber foi atrás….
Foto do primeiro minuto da Laura (ela nasceu às 15:27hs)


Estavamos numa sala cirúrgica do “espaço vida” que tem a janela para a família acompanhar o nascimento… mas que durante a cirurgia o vidro fica leitoso e não da para ver nada… e ai quando liberaram o vidro transparente… ninguém!! O Dr Andre estranhou e perguntou se não tinha ninguém para acompanhar: “Ninguém? Deve ter umas 10 pessoas”… kkkk e ele falou para o Cleber ligar para alguém.. “Oi? Com qual celular?”… na hora ele pegou o celular dele e pediu um numero… nisso o Cleber foi atrás da pediatra que foi limpar a bebe e fazer os primeiros exames… e eu passei para ele o numero do celular da minha mãe… e ele colocou o telefone para que eu falasse com ela e me orientou sobre o numero da sala.. “Mãe … vem na  janela da sala 3”… e ai apareceu todo mundo… kkk eu chorando e ninguém via o Cleber e a bebe… e eu tentei apontar para o canto em que eles estavam…kkk e logo o povo “achou” o Cleber e ele levou a bebe ate bem perto para eles a conhecerem… e depois para que eu pudesse ve-la de novo… e agora limpinha!! Achei ela linda… e lembro que só perguntava que horas ela tinha nascido.. kkkk tiramos fotos (mais uma vez o Dr Andre) e logo a pediatra veio me falar o peso… que estava tudo bem com ela e que iam leva-la para o berçário para medi-la e fazer mais alguns exames.. e que assim que eu fosse para o quarto… eles já a levariam… o Cleber desceu junto com ela… e eu só brincava com ele… faz um X nela… para ninguém trocar nossa pequena (nessa altura ela já estava com as 3 pulseiras de identificação.. kk e eu já tinha decorado aquele rostinho lindo)

Galera no vidro para conhecer a Laurinha

Minha princesinha


Nós três


Tudo isso rolando e a Dra Maria Fernanda (minha médica querida) e a Dra Claudiane (auxiliar) não pararam de trabalhar um minuto.. lembro de uma hora olhar no refletor e ver muito sangue… achei melhor voltar a olhar para o teto/parede… e me abstrair dali… kkk só brinquei para ela aproveitar e já tirar tudo de gordurinha que estivesse “sobrando”… o Dr Andre continuou me perguntando o tempo todo se estava bem… e explicou que ele seria o responsável pela minha alta para descer para o quarto… a cirurgia terminou… eles saíram e fiquei de novo com a enfermeira boazinha (que me “recebeu” no centro cirúrgico)… logo chegaram outras…  e me levaram para o pós operatório.. fiquei lá… com a cabeça a mil por hora.. e não dormi.. fiquei o tempo inteiro preocupada achando que logo alguém vinha falar comigo e que eu precisava estar acordada para responder.. kk não sei quanto tempo  fiquei ali… mas depois de um bom tempo, chegou o Dr Andre para ver como eu estava… as pernas já mexiam novamente, não tive nada de anormal e ele me liberou.. só que foi bem na troca de plantão.. e tive que esperar mais um pouco até ter alguém disponível para me levar para o quarto…

Acho que cheguei no quarto umas 19:30hs… aquela festa… fora todo mundo que estava na hora do parto.. chegou meu irmão e minha sogra… e eu louca para ver a Laura… pouco tempo depois ela chega… a enfermeira pede para todo mundo sair do quarto.. e fui amamenta-la pela primeira vez (ficou só eu, o Cleber e a enfermeira) e é inacreditável como aquele serzinho que acabou de nascer… sabe o que tem que fazer.. foi só eu aproxima-la do peito e ela abriu um bocão… e mamou… muito… e foi super tranquilo para mim também (depois de uns dias… ainda na maternidade.. quando o leite desceu… até doeu um pouco.. e fez uma ferida em um dos seios.. mas nada insuportável)

Colinho da mamãe 


Depois todo mundo entrou.. aquela zona.. e ela super tranquila… o pessoal foi embora… e perto de meia noite a enfermeira veio busca-la para que eu pudesse tomar banho e dormir… e fiquei namorando minha princesa pela câmera do berçário… (e ai quem disse que eu dormi de novo.. cada suspiro “diferente” eu me apavorava…)


Perto de uma hora da manhã escutei a vizinha de quarto (a outra paciente da minha medica) chegando no quarto.. e conclui…. realmente não estava preparada para um parto normal… ela foi para o centro cirúrgico antes de mim… e estava chegando de volta só aquela hora… acho que eu não teria condições físicas e emocionais para um trabalho de parto tão demorado… e que precisa tanto da colaboração da mãe… 

A cesárea não foi o que eu tinha planejado… mas agora tenho certeza.. que foi o melhor para mim.. e agradeço à Deus, por ter colocado esses anjos no meu caminho: a Dra Maria Fernanda de Lucca (minha médica), Dra Claudiane Garcia de Arruda (médica auxiliar) e o Dr Andre Moreira Tavares (anestesista) e todos os outros enfermeiros/auxiliares da Pró Matre que me atenderam e atenderam minha princesa com tanta dedicação e carinho… e que fizeram desse momento… um momento mais do que especial e tranquilo…

Meu segundo medo da cesárea.. era o pós parto.. mas foi super tranquilo… depois da alta não tomei nem anti-inflamatório,  não tive dor… e em 12 dias tirei os pontos… e já tinha voltado ao peso da primeira consulta do pré natal… 

E foi assim… o nascimento da minha princesa!!! O dia onde também nasceu uma mãe e um pai em nossa casa!!!! E onde nossa vida… ganhou um novo rumo!!

Ahhh e complementando o relato… confesso… que um tempo após o parto fiquei com sensação de “Será que fiz a escolha certa??” (de não ter esperado a Laura escolher seu dia) e isso me incomodou muito… Mas o tempo me acalmou e me fez ver que essa “tortura e culpa” que senti foi por causa de tanta gente “informada” que lemos por aí… tanto “médico” formado pelo Google expert em “indicação falsa de cesárea”, tanta gente pregando “livre escolha” (desde que a escolha seja a mesma dessas pessoas e não outra)… E apesar de nesse tempo ter duvidado da minha médica (será que ela não me enrolou?) hoje tenho certeza que não me enrolou não, confio muitooooo nela… sei que ela escolheu por mim a melhor escolha que eu poderia ter tomado, num momento em que eu não estava escolhendo nada… (pois meu medo do parto realmente era muito grande), ela estudou e vive isso… é apaixonada pelo que faz… e tenho certeza de tudo aconteceu da forma que tinha que ser!! E desde que consegui enxergar isso.. Fiquei muito mais leve e feliz!!!

Eu tinha sim me informado muito sobre parto normal, visto diversos vídeos, lido relatos de partos lindos, de mulheres que tiveram tudo o que planejaram e sonharam!! Elas queriam muitooo e conseguiram… esperaram… mas esse não era um sonho meu, só achava que era o normal… e seria mesmo se ocorresse de forma tranquila, se desenvolvesse para acontecer… e então não era para ser.. E não não foi!!!!

Beijos e até o próximo!!!

Não esqueça de seguir “Engenheira que virou mãe” nas redes sociais e ficar sempre informado sobre post novo e novidades do blog!!

http://www.facebook.com/engenheiramae
http://www.instagram.com/engenheiramae


Anúncios

3 comentários sobre “Relato do Parto da Laura

  1. Linda sua historia Alessandra!
    Obrigada por compartilhar conosco cada detalhe, estou gravida de 2 meses, e chorei muito ao ler o relato da sua experiencia com a Laurinha.

    Um forte abraço!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s