CÓLICAS DO BEBÊ – Coluna Nutrição por Tatiana Coimbra

“Olá mamães,
 
Cá estou eu de volta para conversar um pouquinho com vocês sobre a alimentação durante a amamentação. E hoje vamos falar sobre o assunto clássico: as cólicas.
 
Foto: Pinterest
 
 
De repente seu bebê começa a chorar e você logo pensa: será fome?  Será sono? Será cólica?
 
E eu já vou começar dizendo: nunca tire o feijão do seu cardápio, ato que a maioria das mamães fazem quando o assunto é a cólica no bebê.
 
O feijão é um alimento super importante rico em proteínas e ferro. Ele junto com o arroz forma uma combinação perfeita de aminoácidos essenciais para sua saúde e também do seu filho. Mesmo porque é sempre bom lembrar que até os 6 meses de vida, é através do seu leite que o bebê terá os nutrientes necessários para um desenvolvimento saudável.
 
Não é necessário tirar o feijão, basta prepará-lo de maneira diferente: deixe-o de molho de um dia para o outro e descarte a água de remolho na hora de cozinhar. Na hora de comer, se preferir, coma somente o caldinho. Muito importante também é lembrar que feijão deve ser cozido somente na água, sem temperos picante  ou com linguiça, bacon e afins. Este excesso de gordura também faz muito mal para o bebê.
 
Outros alimentos a serem evitados seriam açúcar simples, doces, guloseimas. Também devemos excluir da alimentação bebidas alcoólicas, qualquer tipo de tempero pronto industrializado (daqueles em pó ou em tablete, pois eles são ricos em sódio e gorduras saturadas), pimenta e sal de adição em excesso.
 
Como disse antes, as gorduras vindo dos leites gordos, das carnes gordas (costela, picanha, contra-filé, costelinha de porco, rabada, cupim), das frituras, dos embutidos (linguiça, presuntos, mortadela, salames, salsicha), dos queijo amarelos, das pele das aves, também fazem muito mal e causam desconforto no bebê.
 
Por isso, eu reforço, às vezes o feijão leva a culpa quando o verdadeiro vilão está em outro lugar.
 
Pode parecer papo de nutricionista mas o ideal, para evitar que seu filho tenha tantos desconfortos, é manter uma alimentação sempre saudável composta por frutas, legumes, verduras, arroz, feijão, carnes magras, temperos naturais, pouco açúcar, sal e gordura. Mas não se esqueça de mastigar bem os alimentos, pois este é um primeiro passo para todo o processo digestivo.
 
Antes de ir outra dica super útil para vocês mamães: faça um diário alimentar e anote nele tudo o que você comeu, assim ficará mais fácil e possível você identificar qual o principal causador da cólica no seu bebê.
 
Bom por hoje é só!
 
Até a próxima!!!!
 
Bjusss da nutri!”
 
Tatiana Coimbra – é formada em Nutrição pela Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ), tem Pós Graduação em Obesidade e Emagrecimento pela Universidade Gama Filho (RJ), tem formação em Personal Diet, e atualmente atua como Nutricionista Clínica
 
Gostaram da segunda participação da Tatiana no blog? Gostaria de tirar alguma dúvida? Sugerir um tema? Deixe seu comentário aqui ou mande email para engenheiramae@gmail.com
 
Beijos e até o próximo post!!
 
Não esqueça de seguir “Engenheira que virou mãe” nas redes sociais e ficar sempre informado sobre as novidades!!
 
www.facebook.com/engenheriamae => está rolando SORTEIO… confira!!
 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s