Qual esporte meu filho deve praticar? – Coluna CETI SD

“Hoje vamos falar dos benefícios que os esportes podem trazer para a saúde das crianças.

Antes de iniciar qualquer atividade esportiva, é necessário que os pais ou responsáveis tenham realizado uma avaliação médica para detectar possíveis alterações que precisem ser levadas em considerações para a prática do esporte.

Como já dissemos anteriormente, a atividade física regular é importante para a saúde e para o bem-estar de todos. Para as crianças, pode ser um fator fundamental de desenvolvimento e de crescimento, desde que contribua de forma positiva para seu estado físico e para sua mente.

O esporte deve ser uma escolha da criança. Não devemos impor para que não seja visto como obrigação ou como imposição do desejo dos pais. A criança tem que gostar e se divertir com o esporte que escolher. E esta escolha deve ser realizada em conjunto, entre filho e pais.

Uma dica que pode ser fundamental é que sejam oferecidas aulas experimentais para que a criança possa optar pela que gostou mais. Quase todos os estabelecimentos oferecem a possibilidade de “aulas teste”, onde será apresentado o esporte e conseguimos perceber o seu comportamento durante a prática. Outra dica é juntar um ou mais amigos da criança para realizar esta “aula teste”. Isso fará com que  ela se sinta mais segura e encorajada a fazer esta escolha.

Os benefícios são amplos! As crianças apresentam melhora no sistema cardiorrespiratório, melhora no fortalecimento muscular e na coordenação motora. Há melhora também da flexibilidade, do equilíbrio físico e emocional e da disciplina, sem contar no respeito ao seu corpo e ao do outro.

Temos que levar em conta que a criança, sobretudo, divirta-se! O esporte deve ser introduzido na vida da criança de uma forma gradual, para que se dê por satisfeitas suas necessidades lúdicas.

Seguem algumas sugestões de algumas modalidades esportivas para os pequenos: natação, ginástica olímpica, judô, capoeira, artes circense (circo), futebol, ballet, vôlei, basquete, karatê,  tênis, dança, surf, kung fu, entre outros. Faça sua escolha em conjunto e divirtam-se!!

Até a próxima!”

Dayane Pinheiro Araujo – formada em fisioterapia pela Universidade Cidade de São Paulo (UNICID), especialista em neuropediatria pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) e especialista em Síndrome de Down pelo Centro de Estudo e Pesquisas Clínicas de São Paulo (CEPEC-SP)

E você? Quer aproveitar a nossa coluna de especialistas e tirar alguma dúvida? Sugerir um tema? Deixe seu comentário aqui ou mande email para engenheiramae@gmail.com

Não esqueça de seguir “Engenheira que virou mãe” nas redes sociais e ficar sempre informado das novidades do blog e de curiosidades/textos bacanas que encontro por aí!!

www.facebook.com/engenheiramae

www.instagram.com/engenheiramae

www.pinterest.com/engenheiramae

Venha conhecer também nossa lojinha:

http://www.facebook.com/lojaengenhocarias

Banner - 300 Altura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s